cremosescreva • contribua

Blog

A eficiência de Deus na deficiência (a oração dos 7 C’s)

A eficiência de Deus na deficiência (a oração dos 7 C’s)

Contra todas as improbabilidades nasci porque Tu me planeaste. Não me deste, uma segunda chance de viver, como disseram muitos, apesar dos prognósticos e da minha Osteogénese Imperfeita. Mas perfeito é o Teu plano. E esta foi a primeira e a única forma que Tu arranjaste para Te manifestares através da Tua criação frágil, incapaz, deficiente, deformada e rara, aos olhos dos homens. Acredito que a minha jornada Contigo começou no dia do meu nascimento e foi-se tornando cada vez mais CONSCIENTE à medida que eu não ia crescendo em tamanho, mas em fé. A altura foi trocada pela profundidade. É nessa lucidez que continuo a honrar-Te como tratado de identidade. És O protagonista da minha biografia que não cabe na lógica.

Uma fé CENTRADA em Ti, o Deus que me formou no ventre da minha mãe, é conhecer exatamente quem eu sou em Ti. É isso que tem feito com que eu me aceite, com todas as minhas imperfeições, e olhe para elas como uma bênção em vez de uma maldição ou um erro da natureza. O facto de nunca Te ter perguntado “porquê?” e nunca Te ter pedido para me curares desta minha condição, causada pela causa da minha doença rara, é um espelho da Tua Graça na minha existência; mesmo que ainda não Te reconhecesse. Quando algo me é condicionado, limitado ou traz dor física – já que são quase uma centena de fracturas que atravessei – prefiro perguntar-Te “para quê?” e de todas as vezes Tu trouxeste uma finalidade.

Acreditar em Ti, nunca Te ter negado e nunca me ter revoltado contra Ti foram etapas importantes provenientes de uma crença CIMENTADA numa vontade cada vez maior, sedenta até, de me relacionar Contigo. Chego a pensar que Tu trocaste o colagénio que os meus ossos não têm, nem produzem, pela fé que me cola quando parto, que me agarra ao mundo que me rodeia e que solidifica a minha crença de que sou um produto criativo das Tuas mãos.

Apesar de vir de uma família marcada pelo Cristianismo, através da religião católica apostólica romana, culturalmente tradicionalista e isso ter contribuído em muitas coisas para a formação do meu caráter, no que concerne a valores morais e éticos, não posso dizer que a minha fé partiu de uma decisão individual. Aliás, foi mesmo uma espécie de imposição familiar e até social que imperou até aos meus 18 anos. Nesse momento de emancipação, decidi com o que é que não queria mais ser conivente. E na liberdade que Tu me concedeste de acreditar em Ti ou não, quis conhecer-Te e seguir-te por mim própria. Assim, para dignificar a dádiva da minha vida e ser grata na prática ao milagre que Tu fizeste, aquando do meu nascimento e continuas a fazer comigo, dia após dia, então a minha fé tinha de ser COERENTE. Deixei para trás a religião e iniciei uma viagem solitária de procura de relacionamento Contigo e de busca não só de um sentido para a minha vida, mas de como a expressar. Para mim sempre foi muito claro a Tua eficiência na minha deficiência!

Sei hoje que o caminho de permanecer fiel às Tuas promessas é muito mais do que um sentimento; é a convicção plena que só experimentando uma fé CONSISTENTE é que podemos ser construtivos no Teu Reino e obedecer à Tua vontade. É decidir pelo conhecimento da Tua Palavra, mas é também pô-la em prática como testemunho. É não ter medo nem vergonha de ser amada por Ti e por causa disso estar disposta a transpirar aquela que tem sido a Tua inspiração em mim. Qual jornalista em missão, li muito, pesquisei, fiz inúmeras perguntas aos novos amigos cristãos protestantes, que ia fazendo no trilho que percorri, sob a Tua proteção, em mais de uma dezena de visitas a outras igrejas. Numa conversão gradual, vi e ouvi muita coisa, ao longo de mais de 4 anos, tentei não perder o foco do que significava fazer caminho com Jesus, e escolhi.

Essa escolha fez com que ao longo deste 20 anos visse várias vezes a minha fé CONFRONTADA. A minha família e os amigos de sempre até toleravam que eu fosse católica não praticante, agora mudar de religião (como eles consideravam) trouxe-me uma luta que fortaleceu o meu amor, compromisso e relação Contigo. Nunca me abandonaste, seja a empurrar a minha cadeira de rodas, a pegar-me ao colo ou a não me deixares cair tantas e tantas vezes. Nos momentos em que mais incompreendida me sentia mais a dependência de quem Tu és aumentava.

Ao pré-conceito que subsiste, para com aqueles que são diferentes da norma, adicionei isto de com a minha vida dar Glória ao Teu Nome. Aos 38 anos posso declarar que a única coisa que fiz na vida que me deu trabalho, suor e lágrimas, e me fez ir contra tudo e todos, foi seguir-Te. Quando lutamos muito por algo pelo qual somos profundamente apaixonados e pelo qual daríamos a própria vida, isso reflete-se nas nossas atitudes. Se hoje a minha fé é CONTAGIANTE, é porque ela foi conquistada. Não há Mafalda sem Ti, por isso é que falar publicamente sobre a minha travessia, enquanto pessoa com deficiência, tem obrigatoriamente de ter a Tua eficiência estampada. Por isso obrigada por cada C que deriva de Ti, meu Jesus, que És Cristo. Que a nossa comunicação permanente seja eco no mundo e aproxime o mundo de Ti. Amém.

Escrito por -

Mafalda Ribeiro há 38 anos que é uma ode às improbabilidades. Autora, palestrante e consultora de inclusão. Mulher de fé sem limites, “ossos de vidro” em 97cm de pessoa e feliz sobre rodas. Congrega na igreja A Casa da Cidade em Lisboa.

5 Comentários

  • Isabel Maria Duarte Esteves Martins

    Obrigada Mafalda pelo teu testemunho de fé, que me faz crer e crescer na minha caminhada da fé. O Amor te acompanhe todos os dias da tua vida. 🙏🙏

  • Ana Paula Braga da Silva

    Uauuuuu ... te abençoou com estabilidade, alegria, discernimento. Que o Eterno continue sendo a sua fonte de vida.

  • Maravilhoso! Parabéns Mafalda, escolhesre a melhor parte!! Forte abraço da Paula Pombo

  • Andrea Fiuza

    Maravilhoso testemunho.

  • Isabelle Ludovico da Silva

    Lindo testemunho, Mafalda! És uma inspiração! Tuas limitações foram transformadas em sabedoria, teu sofrimento em amadurecimento e compaixão. Livre das miragens da aparência pôde mergulhar nas profundezas ba Graça. Obrigada

Deixe um comentário para Isabelle Ludovico da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Discípulas de Jesus de diferentes denominações da fé protestante com o propósito comum de viver para a glória de Deus.
Social