cremosescreva • contribua

Blog

Calendário CristãoPrecisas fazer o que Jesus te diz

Precisas fazer o que Jesus te diz

*Por Raquel Úria

João 2:1-12

Este texto relata aquele que é conhecido como o primeiro milagre que Jesus fez publicamente. É o primeiro de sete milagres descritos por João no seu evangelho e um episódio carregado de simbolismo. O número 7 surge frequentemente na Bíblia como representação de perfeição e associado ao cumprimento de profecias.

Uma festa. Jesus e os seus discípulos eram convidados. Os irmãos de Jesus também estavam presentes e a sua mãe parecia estar, de alguma forma, envolvida na organização da boda. A dado momento, acaba-se o vinho. Maria apercebe-se deste problema e o que faz? Vai dizer a Jesus. Sempre que leio este texto, não consigo evitar pensar o que terá levado Maria a recorrer ao filho neste contexto. Será que, ao longo da sua infância e adolescência, Jesus resolveu algumas situações de escassez de azeite ou farinha na despensa lá de casa? Não sabemos. O que sabemos é que, perante um problema, Maria confiou que Jesus era a pessoa que o podia resolver.

A primeira reação de Jesus sugere uma tentativa de auscultar as motivações da mãe para recorrer a si. Há também uma clara ênfase no tempo divino. O tempo certo. Jesus sabia que estava na Terra para cumprir um calendário específico que era determinado por Deus e não por si próprio, nem pelas circunstâncias.

“Então, ela falou aos serventes: Fazei tudo o que ele vos disser.” (v.5)
“Jesus disse-lhes: Enchei de água as talhas. E eles as encheram totalmente.” (v.7)

O milagre acontece na sequência da obediência às orientações de Jesus, por mais descabidas que pudessem parecer naquele momento. Aquelas eram talhas de pedra usadas para a lavagem das mãos e outros rituais de purificação que os judeus cumpriam com grande rigor (a lavagem das mãos não passou a ser importante só em 2020!).

Levaram então uma amostra do conteúdo das talhas para o mestre-sala provar. E aqui surge o mais simbólico de todos os pormenores desta história: é uma transformação de água (usada nos rituais de purificação) em vinho (símbolo do sangue – que haveria, esse sim, de nos oferecer a definitiva purificação), e que vinho! O texto descreve que a reação do mestre-sala quando provou este vinho foi de tal perplexidade por terem guardado o melhor vinho para o fim, que até mandou chamar o noivo para o repreender. Um vinho cuja qualidade se destacava tanto, que justificava ralhar com o próprio noivo em plena boda do seu casamento, imaginem!

_________________________

PERGUNTAS PARA REFLEXÃO

Em quantos momentos da nossa vida não nos sentimos como se o vinho tivesse acabado a meio da boda? A vergonha do anfitrião, a festa arruinada, o fracasso. O que Jesus pede? “Enchei de água as talhas.” Dar o que temos. Obedecer e confiar. E Jesus surpreende-nos. Mais que transformar água em vinho, Jesus é o único com poder para transformar morte em vida. E é um presente que oferece gratuitamente a quem acredita e confia.

Encher as talhas com água e levar para o mestre-sala provar era um absurdo. Aqueles homens confiaram.

Vais esperar pelo fim da festa ou confiar e provar já o melhor?

_________________________

Raquel Úria

42 anos

Lisboa – Portugal

 

Obs.: Texto escrito em português de Portugal. Esta plataforma não obedece ao Novo Acordo Ortográfico e respeitas as regionalidades da Língua Portuguesa de acordo com a origem de suas autoras.

Discípulas de Jesus de diferentes denominações da fé protestante com o propósito comum de viver para a glória de Deus.
Social