6 dicas para estudar a Bíblia

Creio que um dos maiores equívocos de hoje, especialmente para pessoas que têm contacto com a Bíblia há muitos anos como eu, é o de que conhecemos bem a Bíblia. Habituamo-nos a folheá-la, a saber a ordem onde se encontra cada livro e a saber as histórias principais. Além disso, vivemos numa época em que os recursos online são inúmeros. Basta clicar no computador ou no telemóvel (celular) e temos alimento bíblico rápido e sem grandes necessidades de reflexão. Arriscaria dizer que nos iludimos neste alimento espiritual já mastigado por outra boca que não a nossa e que nos sacia no momento em que a lemos, mas que depois na prática fica pouco tempo no estômago, porque mal precisa ser digerida.

Nos últimos anos tenho aprendido a fugir desse alimento rápido e a procurar um estudo mais consistente, demorado e que incide na repetição. Até porque descobri, quando começava a aprofundar o estudo de um texto, que havia muito pormenor que desconhecia dele. Juntamente com isso, fui investigando nas mulheres ao meu redor sobre hábitos de estudo da Bíblia. A maioria delas sabia muitas histórias, mas pouquíssimas mulheres (ou quase nenhuma) tinham se dedicado a estudar um livro do início ao fim, demorando-se nesse estudo.

Então como devemos estudar a Bíblia?

ESCOLHER O LIVRO

O primeiro passo é escolher o livro que vamos ler. Começar por investigar quando foi escrito, em que contexto foi escrito e para quem foi escrito. Isto ajuda a que nos situemos nas intenções do autor e na realidade dos destinatários da época.

REPETIR A LEITURA DO LIVRO

O segundo passo é ler o texto de seguida mais do que uma vez. Repetir a leitura em mais do que uma versão da Bíblia também.

RELER PEQUENAS PORÇÕES, SUBLINHAR, ANOTAR

O terceiro passo é ir por pequenas porções e evitar ao máximo os comentários bíblicos, para que a nossa mente seja, numa primeira fase, obrigada a pensar por si. Sublinhar as palavras que se repetem, anotar o que não se percebe. Nessa pequena porção escolhida, fazer um resumo – com nossas próprias palavras – das ideias principais dessa porção.

INTERPRETAR

Nesta fase é como se estivéssemos num exame de português na escola e tivéssemos de responder a perguntas de interpretação do texto. Devemos pensar: “O que diz este texto?”. Depois, segue-se a pergunta: “O que significa?”

CONCLUSÕES E APLICAÇÕES

Por último, devemos pensar no que este texto diz sobre Deus. Toda a Bíblia serve para conhecermos melhor a Deus. Ele revela-se na sua Palavra. Antes de buscarmos aplicações para a nossa vida, devemos reconhecer de que forma recebemos revelação de Deus em cada parte das Escrituras, quais os atributos de Deus que encontramos.

Por oposição, conhecer melhor Deus ajuda-nos a situar no tempo e no espaço sobre quem nós somos. Saber que Deus é fiel às suas promessas, como na história de Abraão ou de Noé, ajuda-me a ver que eu sou tantas vezes infiel e que não consigo cumprir aquilo que digo (nem posso!). Fazer este raciocínio ajuda-nos não só a conhecer melhor Deus, mas a reconhecer a sua grandeza e a necessidade de o louvar. Ajuda-me, também, na confissão dos meus pecados e no reconhecimento da minha pequenez.

MEMORIZAÇÃO

Escolher um versículo (ou vários) para memorizar ajuda a ter presente o texto. Muitas vezes não entendemos que relação aquele texto pode ter com a nossa vida, mas sabemos que a Palavra de Deus é viva e eficaz, como nos diz na carta aos Hebreus. Ela é verdadeira, sempre atual e pertinente para qualquer pessoa em qualquer lugar do mundo. Pode acontecer que hoje uma determinada passagem da Escritura não pareça ter grande significado, mas e se acontecer no futuro ela te falar ao coração, precisamente pelo tempo que gastaste a ler, a estudar e a memorizar? Um bom investimento, não?

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.
Hebreus 4.12

7 comentários sobre “6 dicas para estudar a Bíblia

  1. Grata minha amiga e mana em Cristo. Este artigo veio na hora certa…mtas vezes deixamos as circunstancias do, dia a dia, tomar conta do pouco tempo q nos resta, e qdo nos apercebemos, ” mais um dia q passa e eu não me debrucei sobre a leitura biblica”! Precisamos meditar na Palavra do Nosso Aba, diariamente, porque ela é: ” Lampada p os meus pés, e luz p o meu caminho”, como encontrarmos por Nun, no salmo 119:105.
    Jinho com carinho e paz do Mestre Jesus.
    Abençoado seja o trabalho através deste Blog.
    Claudinha Sá

    Curtir

E você, o que acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s